8 dicas práticas para negociar com fornecedores e fechar parcerias!

6 minutos para ler

Fechar parcerias pode parecer algo bastante complicado e desafiador, não é mesmo? Porém, com algumas dicas certeiras, fica muito mais fácil negociar com fornecedores e conseguir grandes parceiros em longo prazo.

Antes de mais nada, é preciso pesquisar muito as diversas empresas no mercado para se informar sobre a reputação e história de cada uma. Em seguida, busque o diálogo para alinhar os valores, negociar preços e descontos, entre outros fatores que devem ser analisados.

Com um passo a passo claro de como fechar parcerias, as chances de tudo dar certo e o seu negócio crescer são altas.

Ficou interessado e quer saber mais sobre o assunto? Então, continue a leitura e confira as 8 dicas que preparamos especialmente para você!

1. Pesquise sobre a empresa

É interessante conversar com pessoas do ramo sobre as empresas de seu interesse. Além disso, é fundamental pesquisar na internet para saber mais da história da marca, a sua reputação, valores etc. Com isso, fica mais fácil conseguir um parceiro comprometido e responsável.

Afinal, empresas com uma boa reputação têm mais chances de serem excelentes parceiros do que as que estão com o nome sujo no mercado. Portanto, não deixe de pesquisar muito e saber tudo sobre o seu futuro colaborador.

2. Compare os preços

Informe-se sobre preços! Desse modo, é possível ter um parâmetro sobre o que está acima do valor de mercado. Essa também é uma maneira de comparar cada fornecedor e quais meios ele fornecerá para negociar.

Uma dica muito importante é: nunca feche negócio de cara com o primeiro fornecedor que você entrar em contato. É essencial ter uma visão do mercado de forma ampliada, ou seja, marque reuniões com diversas marcas e entenda toda a situação da proposta. Assim, você terá condições de tomar uma decisão consciente e que satisfaça todos os seus interesses.

3. Mostre o que você tem a oferecer

A relação com o fornecedor deve ter como base a confiança, a honestidade e o profissionalismo. Dessa forma, demonstre estar sempre disposto ao diálogo com o intuito de atender ambas as partes da melhor maneira possível.

Além disso, venda a ideia de que fechar o negócio com você será tão vantajoso para o fornecedor quanto será para sua empresa. Afinal, ele poderá colocar você como parceiro em seu currículo, o que elevará a sua reputação no mercado, não é mesmo?

4. Alinhe as visões de mercado

Empresas que pensam parecido tendem a ter mais sucesso em suas parcerias. Portanto, é muito importante alinhar as visões de mercado com o seu futuro fornecedor.

Trata-se de uma maneira de colocar no papel todos os objetivos, os valores que cada empresa preza em seu trabalho, o que se busca alcançar da parceria etc. Ter isso tudo debatido e esclarecido é bom para que não haja decepções no futuro em relação ao compromisso acertado.

Ainda, é uma maneira de evitar surpresas desagradáveis de cada um dos lados e prejuízos financeiros. Assim, é essencial dialogar muito antes de fechar o negócio, pois a conversa entre as empresas pode definir se a sua marca será um sucesso ou um fracasso em longo prazo.

5. Considere o custo-benefício

É preciso negociar os valores com cautela antes de fechar o negócio. Portanto, tenha o seu orçamento em mãos e saiba barganhar para conseguir o melhor valor possível. Afinal, um bom desconto sempre faz muito bem, não é mesmo?

Lembre-se de que o resultado em longo prazo deve ser sempre maior do que o custo para fazer o negócio funcionar, ou seja, feche a parceria apenas com uma empresa que caiba em seu bolso.

6. Busque descontos

É sempre bom conseguir um parceiro que ofereça descontos, certo? Mas, afinal, como conseguir negociar um valor certeiro com o seu parceiro?

Uma forma de conseguir desconto é negociando a forma de pagamento. Muitos fornecedores aceitam negociar caso o pagamento seja feito à vista, por exemplo. Cabe a você entender o que é o melhor para a sua empresa, ou seja, pagar à vista com desconto, parcelado ou o valor em sua totalidade.

7. Planeje o cronograma com cuidado

Um bom fornecedor é aquele que cumpre o que está no cronograma. Desse modo, converse com as empresas sobre os cumprimentos dos prazos.

O ideal é que o planejamento seja feito junto do fornecedor para alinhar perfeitamente o cronograma a ser realizado. Assim, evita-se um descumprimento que pode acarretar em vários problemas, como:

  • prejuízo financeiro;
  • quebra de confiança na parceria;
  • problemas para acertar quem arcará com o prejuízo;
  • desgaste na relação profissional;
  • danos na imagem das duas empresas diante do mercado.

8. Faça contratos em longo prazo

Um contrato mais longo traz muitos benefícios para a gestão financeira da empresa. Afinal, desse jeito, não é preciso renegociar todos os anos com o mesmo fornecedor ou procurar uma outra marca e começar todo o processo de negociação de novo.

Logo, ganha-se eficiência de produção, pois o tempo de trabalho é otimizado: em vez de renegociar, a empresa poderá se dedicar os seus recursos para crescer no mercado. Com isso, alcançar o sucesso fica mais fácil.

Ainda, um contrato longo também reflete na confiança entre as duas empresas, gerando fidelidade. Consequentemente, é possível conseguir mais descontos com o fornecedor, tendo em vista que já há conhecimento suficiente para isso.

Por fim, uma relação forte e consistente com os seus colaboradores é essencial para o seu crescimento no mercado e, com isso, o seu sucesso. Portanto, busque sempre a fidelidade para conseguir melhores oportunidades para o seu negócio. Lembre-se de que é mais fácil chegar longe com bons parceiros do que só!

Colocando essas dicas em prática, fica muito mais fácil negociar com fornecedores. Afinal, desse modo, garante-se o melhor preço e um serviço de qualidade para manter sempre o bom funcionamento do negócio.

O conteúdo foi útil? Agora que você já sabe como agir para buscar os parceiros ideais para sua empresa, que tal assinar a nossa newsletter e ficar sempre por dentro de todas as novidades? Não fique de fora dessa!

Posts relacionados

Deixe uma resposta