Como criar um plano de negócios para o buffet? Aprenda aqui!

7 minutos para ler

Se você já leu qualquer conteúdo sobre empreendedorismo, já deve ter ouvido falar em plano de negócios. Ele descreve, por escrito, quais são os objetivos do seu empreendimento e os caminhos a serem seguidos para alcançá-los. Mas você sabe como criar um plano de negócio para o buffet?

Assim como nos preparamos para compras no supermercado, fazendo uma lista e verificando o que é necessário adquirir, saber como criar um plano de negócios para o buffet, reduzindo riscos e incertezas, é essencial.

Para elaborar o seu, siga as dicas que deixamos neste post!

Como um plano de negócios impacta no buffet?

Empreender sem planejamento é muito arriscado. Afinal, por mais que investimento e sorte sejam pontos positivos para o sucesso de qualquer projeto, é importante agir com propósito, acompanhando os seus clientes e se preparando para superar as expectativas do mercado.

O plano de negócios é mais do que um documento técnico. Trata-se de uma forma de estudo, revelando quais são as características que diferenciam o seu empreendimento e a viabilidade do que você planeja.

Portanto, tenha em mente que o objetivo não é trazer um planejamento estratégico completo, mas mostrar que a sua visão vai além de faturar mais e mais.

Como montar um plano de negócios?

Siga o nosso passo a passo e torne o seu buffet um sonho mais concreto!

Defina o canvas do seu modelo de negócio

Muitas pessoas ainda têm dificuldades para entender a diferença entre um plano de negócios e um modelo de negócios. Tudo bem, nós explicamos! O modelo de negócios é bem objetivo e, geralmente, o estruturamos em um canvas (quadro), onde podemos definir:

  • parceiros;
  • atividades-chave;
  • recursos-chave;
  • oferta de valor;
  • relacionamento com o cliente;
  • canais de vendas;
  • segmentos de clientes;
  • estrutura de custos;
  • fontes de receitas.

Um buffet pode oferecer serviços para os consumidores finais ou se concentrar em celebrações corporativas, por exemplo. Ainda, é possível ter um segmento vegano ou oferecer somente produtos de confeitaria. Muitas são as possibilidades.

O plano de negócios, como já observamos, é um documento mais extenso. O canvas do seu modelo de negócios faz parte do plano e ajuda a mensurar a viabilidade da sua ideia.

Antes, os empreendedores iniciavam o planejamento de suas atividades por meio do plano de negócios. Hoje, graças à cultura das startups, eles entendem a importância de começar rápido e de maneira mais enxuta. Por isso, muitos partem do canvas para, depois, preencher as seções restantes.

Elabore o sumário executivo

Aqui, antecipamos quais serão as seções do plano, de modo que possamos ter uma ideia da estrutura. Por ser um resumo e depender da sua paginação, isso deve ser a última parte a ser escrita.

Seu sumário executivo precisa ser bem simples e conciso para fornecer uma visão geral do seu plano e transmitir a seriedade de seu buffet.

Entenda o que é o seu negócio

No sumário executivo, você já deve esclarecer o que é o seu negócio e quais são seus diferenciais competitivos. Essas informações perpassarão todo o seu plano e, por isso, é importante tê-los muito bem definidos logo no início.

Descreva, com detalhes e objetividade, qual é o propósito de seu negócio, os produtos e serviços ofertados, o segmento de clientes, a localização da empresa, o investimento total, os indicadores financeiros, a forma jurídica e o enquadramento tributário.

Embora alguns dados pareçam ser muito técnicos, serão importantes para facilitar a conversa com investidores, fornecedores e parceiros.

Descreva a sua empresa

Uma das etapas mais importante para conquistar os investidores e parceiros, é delimitar o papel que será exercido pelos membros de sua equipe. Se você está empreendendo solo, descreva quais são seus atributos e o que o qualifica para gerenciar um buffet.

Desenhe a estrutura atual de seu buffet

Faça um organograma de como funciona a estrutura de seu buffet. Caso você ainda não tenha nada concreto de sua empresa, faça uma projeção do que seria após a aplicação dos investimentos.

Faça uma análise de mercado

Saber quem são seus clientes, fornecedores e concorrentes é fundamental para entender como o seu buffet entregará diferenciais e conquistará o público. Busque informações detalhadas sobre seus clientes, procurando dados como:

  • trata-se de pessoa física ou jurídica?
  • qual é o poder aquisitivo dessas pessoas/empresas?
  • que lugares frequenta?
  • o que busca no mercado de buffet?
  • como se informa sobre serviços como o seu?

Para levantar essas informações, você pode elaborar questionários, fazer entrevistas ou conversas com clientes potenciais. Ainda, é muito útil fazer uma análise da concorrência.

Os dados coletados ajudarão a definir ações de promoções mais efetivas, a escolher uma localização coerente com o seu público, bem como definir um plano de marketing eficaz. Caso você tenha dificuldades com esse tipo de pesquisa, procure auxílio de empresas especializadas.

Faça o seu plano de marketing

Após definir em que estágio está a sua empresa, quais são as oportunidades do mercado e quem é seu público, está na hora de elaborar uma estratégia de marketing e vendas para cativar essas pessoas. Para isso, parta dos diferenciais de seu buffet e pense em como apresentá-los.

Uma forma interessante de mostrar o que torna o seu empreendimento único é partir do que você observou na análise de concorrência. Qual é a qualidade dos ingredientes? Como funciona o seu atendimento? Qual é o preço de seus serviços? O que faz com que o cliente opte por seu produto?

A partir disso, pense nos quatro P’s do marketing: produto, preço, praça e promoção.

Produto

  • o que o cliente deseja em seu produto?
  • quais são os atributos de seu buffet?

Preço

  • qual é o valor de seus serviços?
  • seus serviços serão comparados aos de quem?
  • o cliente é sensível ao preço?

Praça

  • quais são os canais de distribuição?
  • onde estão seus concorrentes?

Promoção

  • onde seus serviços serão anunciados?
  • qual é o padrão do mercado para seu tipo de serviço?

Caso seu preço fuja do que é praticado pela concorrência, é importante que você explique o motivo de adotar essa precificação.

Apresente suas metas

Narre quais são as metas para o seu buffet nos próximos anos. Você pode apresentá-las com uma linha do tempo, apresentando, resumidamente:

  • quantos clientes pretende atender ao ano;
  • o que pretende gerar de receita;
  • qual serão os investimentos necessários para atender essa demanda.

Trace seu plano financeiro

O plano financeiro apresenta os principais indicadores para mensurar o andamento dos seus negócios (receitas, despesas, impostos etc.) e a viabilidade econômica de seu projeto. Procure apresentar números de maneira que as pessoas entendam, ou seja, não se perca em uma série de porcentagens.

Vale lembrar que, além de entender como criar um plano de negócios para o buffet, é importante fazer uma revisão periódica para que seu empreendimento acompanhe o mercado e o seu propósito como empreendedor.

O conteúdo foi útil? Qual tal continuar aprendendo e conferir também as nossas dicas para melhorar o faturamento do buffet?

Posts relacionados

Deixe uma resposta